Causa genuína mas insignificante

Definição:

O objeto ou evento identificado como a causa de um efeito, é uma causa genuína, mas insignificante quando comparada com as outras causas desse evento. Note-se que esta falácia não se aplica quando todas as outras causas são igualmente insignificantes. Assim, não é uma falácia dizer que você ajudou a causar a derrota do governo Tory porque você votou na Reforma, já que seu voto tem o mesmo peso de qualquer outro voto e, portanto, é igualmente parte da causa.

Exemplos

  • Fumar causa a poluição do ar em Edmonton (é verdade, mas o efeito de fumar é insignificante em comparação com o efeito de automóveis).
  • Ao deixar o forno ligado durante a noite você está contribuindo para o aquecimento global.

Prova

Identifique causas mais significativas.

Referências

Cedarblom and Paulsen: 238


« AnteriorPróximo »Índice do Guia

Guia de Falácias Lógicas de Stephen Downes

Fonte: Stephen Downes Guide to the Logical Fallacies – Norm Jenson’s Mirror
Tradução, adaptação e notas: Maurício Sauerbronn de Moura

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s