Skinner e a inutilidade da punição

“Uma pessoa que foi punida
não fica menos inclinada
a se comportar de
uma determinada maneira.
Na melhor das hipóteses,
ela aprende como
evitar a punição”

B. F. Skinner

Skinner, B. F. (1971). Beyond freedom and dignity. Indianapolis: Hackett Publishing.
Tradução: Maurício Sauerbronn de Moura
Anúncios