Teorias da conspiração: por que as pessoas continuam acreditando em histórias estúpidas?

Comunicação com extraterrestres encobertas pelos governos, Iluminattis, revolução gramsciana, Nova Ordem Mundial, 11 de setembro, Atlântida… Há dezenas de exemplos de teorias da conspiração propagadas tanto pelo senso comum quanto por uma autoproclamada “elite intelectual”, como blogueiros da Veja e lideranças conservadoras e reacionárias, como a TFP, o Pe. Paulo Ricardo e Olavo de Carvalho.

O ex-astrólogo e pseudofilósofo Olavo de Carvalho é um grande exemplo desse fenômeno. Tido como “erudito” pelos conservadores brasileiros (apesar de morar nos EUA), esse senhor defende que está em curso um projeto de dominação do mundo (a Nova Ordem Mundial) que se divide em três “frentes”: a islâmica, a metacapitalista e a russo-chinesa. Disso, ele conclui que o ex-presidente Bill Clinton era um agente comunista que trabalhava sob ordens do governo da China. Afirma também que Barack Obama é a personificação desse projeto, transitando nas três frentes. Obama teria falsificado sua certidão de nascimento do Quênia e, na verdade, seria islâmico e agente comunista, sob ordens das grandes corporações comandadas pelo especulador George Soros. Para ele, o grande alvo desse mega projeto é a destruição do “modo de vida ocidental” e do cristianismo.

Isso só pra citar uma de suas “verdades”.

Provas? Ora, como pseudocientista, ele afirma que esses Iluminatti são oniscientes, onipresentes e onipotentes e tem a capacidade de sumir com todas as provas.

O que assusta mais é que várias ditas “personalidades” seguem esse fanatismo conspiratório, como o blogueiro reacionário Reinaldo Azevedo, o músico Lobão, o padre Paulo Ricardo… A lista é extensa.

Um artigo produzido por dois psicólogos da Universidade de Kent e publicado na revista Social Psychological and Personality Science tenta analisar esse fenômeno. Como pessoas que aparentam bom senso podem se entregar a teorias sem nenhuma evidência, sem nenhum contato com a realidade. No texto a seguir, o psicólogo e historiador da ciência  analisa esse estudo.


Contradição da conspiração

Por quê as pessoas que acreditam em uma conspiração estão inclinadas a acreditar em outras

por Michael Shermer

Em 16 de maio, quarta-feira, eu gastei várias horas em um ônibus quente em um deserto de neon chamado Las Vegas com um alegre bando de conspiracionistas britânicos durante sua jornada pelo sudeste em busca de OVNIs, aliens, Área 51 e encobrimentos governamentais, todos de um documentário da BBC. Uma mulher deliciou-me com um conto sobre bolas laranjas de energia flutuando à volta do seu carro na Interestadual 405 na Califórna, que foram expulsos em seguida por helicópteros de operações secretas. Um homem me desafiou a explicar a fonte de um feixe de laser verde que o seguiu pelo interior inglês uma noite.

Conspirações são um constante favorito para produtores de televisão porque tem sempre uma audiência receptiva. Um recente documentário da Canadian Broadcasting Corporation (CBC) que eu participei no chamado Conspiracy Rising, por exemplo, destacou teorias por trás das mortes de JFK e Princesa Diana, OVNIs, Área 51 e 11 de setembro, como se houvesse um traço comum ligando todos. De acordo com o apresentador de rádio e traficante de conspirações Alex Jones, que também aparece no filme, “Um complexo industrial-militar assassinou John F. Kennedy” e “Eu posso provar que existe um cartel bancário privado criando um governo global porque eles admitem que são” e “Não importa como você olha para o 11 de setembro, não há conexões terroristas islâmicas – os sequestradores são claramente agentes do governo dos EUA que foram criados como bodes expiatórios como Lee Harvey Oswald”.

Tais exemplos, juntamente com outros em meus anos de patrulha de conspirações, são emblemáticos de uma tendência que eu tenho detectado nessas pessoas que acreditam em uma tal teoria, tendem a acreditar em várias outras intrigas igualmente improváveis e geralmente contraditórias. Essa observação foi recentemente confirmada empiricamente pelos psicólogos da Universidade de Kent, Michael J. Wood, Karen M. Douglas e Robbie M. Sutton em um paper intitulado “Vivo e Morto: Crenças em Teorias de Conspiração Contraditórias”1, publicado na revista Social Psychological and Personality Science em janeiro último. Os autores começam definindo uma teoria das conspiração como “uma trama planejada por pessoas poderosas ou organizações que trabalham juntas em segredo para realizar algum objetivo (geralmente sinistro)” isto é “notoriamente resistente à falsificação… com novas camadas de conspiração sendo adicionadas para racionalizar cada nova peça de evidência de refutação”. Uma vez que você acredite que “uma massiva, sinistra conspiração pode ser executada com sucesso em um segredo quase perfeito, [isso] sugere que muitas outras tramas são possíveis”. Com este paradigma cabalístico no lugar, conspirações podem começar “a explicação padrão para qualquer evento determinado – uma unitária, fechada visão do mundo em que cada crença vem junto com uma rede de apoio mútuo conhecida como um sistema monológico de crença”.

Esse sistema monológico de crença explica as relações significativas entre diferentes teorias de conspiração no estudo. Por exemplo, “uma crença de que uma célula desonesta do MI6 foi responsável pela morte da [Princesa] Diana está correlacionada com a crença em teorias de que o HIV foi criado em laboratório… de que o pouso na lua foi um embuste… e que esses governos tem acobertado a existência de aliens”. O efeito continua mesmo quando as conspirações se contradizem uma à outra: quanto mais participantes acreditarem que Diana forjou a própria morte, mais eles acreditarão que ela foi assassinada.

Os autores sugerem que há um processo de ordem superior no trabalho que eles chamam de coerência global que se sobrepõe contradições locais: “Alguém que acredita em um número significativo de teorias da conspiração vai naturalmente começar a ver autoridades como fundamentalmente enganadoras e novas teorias da conspiração vão se tornar mais plausíveis à luz de tal crença”. Além disso, “defensores da conspiração desconfiam que narrativas oficiais possam ser tão fortes quanto quaisquer teorias alternativas que possa ser confirmadas apesar de qualquer contradição entre elas”. Assim, eles afirmam, “quanto mais esses participantes acreditam que uma pessoa no centro de uma teoria da conspiração relacionada com a morte, como a Princesa Diana ou Osama [bin] Laden, está viva, mais eles também tendem a acreditar que a mesma pessoa foi assassinada, quando a suposta causa da morte envolver uma fraude oficial.

Como Alex Jones proclamou no Conspiracy Rising: “ninguém está a salvo, você entende isso? Pura maldade está correndo selvagemente nos níveis mais elevados”.

No seu site Infowars.com, Jones titula sua página com “Porque Existe uma Guerra pela Sua Mente”. É verdade e esse é o porquê de a ciência e a razão precisarem sempre prevalecer sobre o medo e a irracionalidade. Os fanáticos de conspirações se apoiam nos últimos à custa dos primeiros.


  1. Dead and Alive:Beliefs in Contradictory Conspiracy Theories (NdT)

Fonte: Scientific American
Publicado originalmente com o título Why People Believe Conspiracy Theories
Imagem:  Brian Taylor
Tradução: Maurício Sauerbronn de Moura

Anúncios

16 pensamentos sobre “Teorias da conspiração: por que as pessoas continuam acreditando em histórias estúpidas?

  1. O que me preocupa não são as teorias em si, mesmo porque, chegam a ser engraçadas e sempre nos dão bons roteiros de filmes. Mas, o fato de pessoas ditas “cultas”, e que às vezes são formadoras de opinião, levarem a sério, isso sim, é alarmante.

    Curtir

  2. Lamentável… Eu, um dia acreditei nesse tipo de teoria, sou um jovem com uma imaginação muito ampla, qualquer coisa que possa ser considerada uma “aventura” para os jovens, vira motivo de aceitação a coisas como essas. Um colega meu, expert em apresentar teorias da conspiração para os demais conhecidos chegados, me apresentou essas teorias, e eu com minha imaginação super fértil, adotei essas histórias como um caminho.
    Imagine o que é para uma pessoa sem conhecimentos e que goste de filmes de ação e aventura conhecer as supostas teorias, eu quero dizer, as mentes jovem são muito facilmente manipuladas. A ideia de ter que lutar contra grande entidades e se aliar ao lado de grandes “personalidades intelectuais”, é muito tentadora, mas é só uma pena que tudo isso acaba quando vc começa a aprender de verdade.
    Todas vez que algum dos meus colegas volta me apresentando esse tipo de teoria, eu fico sentindo um pouco de raiva, talvez pena, mas um pouco de angustia, eu já tentei alerta-los, mas as suas mentes são tão fechadas que parece impossível abri-las de verdade. A diferença entre mim e eles, é que eu procuro sempre aprender e não apenas acreditar em tudo que me jogam, e hoje eu admiro verdadeiras personalidades intelectuais. Tais como Albert Einstein ou Stephen Hawking.

    Curtir

    • Como é???

      Quer dizer que defender que as opiniões sejam baseadas no mundo real, nas evidências e na experimentação significa ser preconceituoso e reacionário????

      Quer dizer que a ciência é a raiz de todo o preconceito???

      Ora, por favor. De novo sua lógica sui generis?

      Curtir

    • Caro descendente de Jacó,

      Na verdade não tenho talento para atuar, apesar de gostar bastante dessa profissão.

      Só não entendi o que a profissão do palhaço tem a ver com este texto. Pode explicar?

      Curtir

  3. Teacher and Guru Olasninho

    Em primeiro lugar quero pedir desculpas pelas palavras sem acentuacao pois meu teclado esta com defeito em alguma teclas. Em varios artigos e videos publicados na internet, o pseudo duble de filosofo e vigarista Olasno de Carvalho(Olasno=Olavo+Asno) defeca pela boca teorias sobre as mais diversas areas do conhecimento humano bem como as regras que regem as relacoes humanas no mundo atual. A Historia ja presenciou o surgimento de inumeros charlatoes e vigaristas ao longo de seu curso, mas nunca houve alguem que pudesse chegar perto do autointitulado “filosofo” Olasno. Em materia de mentira, vigarice e charlatanismo, Olasno é imbativel e esta num patamar superior e inalcansavel da burrice humana. Senao vejamos: Olasno proclama aos 4 ventos que ninguém pode acreditar na Teoria da Evolucao e que nao ha evidencias que possam comprova-la. Nao bastasse isso o vigarista contumaz afirma que a Teoria da Relatividade, as Leis de Sir Isaac Newton e outras ideias e trabalhos brilhantes de espetaculares mentes humanas nao sao validas. Vigarista mentiroso. A humanidade so alcancou o atual estagio devido ao esforco de cientistas inteligentissimos que precisaram conviver e vencer ideias retrogadas e falsas, a maioria delas embasadas em puro fanatismo religioso. Olasno afirma tb ser capaz de provar que certas teorias nao existem, como a Primeira Lei de Newton, a Lei da Inercia. Burro imbecil. Se nao ha inercia como ele explica que um corpo nao esteja em movimento? Ha! Ja sei! Olasno explica tudo atraves da sua “fantastica” e “revolucionaria” teoria da “Paralaxe Cognitiva”. Se a ciencia e os cientistas que proporcionaram o desenvolvimento humano sao falsas, por que o “filosofo” picareta nao apresenta evidencias contrarias e provas cabais sobre suas teses idiotas e sem nenhum ebasamento cientifico?
    Mas a picaretagem e a vigarice nao param por ai. Na sua ansia de explicar os problemas e questoes envolvendo a mente humana, o pequeno Olasninho(perdao pela redundancia) profere diversos cursos sobre estudos das mais diversas areas do conhecimento humano. Engracado. Nunca tinha visto um vigarista exercer tantas “profissoes” como Olasninho o faz: Medico, Engenheiro, Fisico, Psicologo, Historiador, Filosofo, Advogado, Administrador, Economista, o sujeito se arroga sabedor de tudo, absolutamente tudo em todas as areas do conhecimento humano. Entretanto, a mais “impressionante” “habilidade” do burro Olasno é aquela na qual ele afirma ser capaz de fazer previsoes sobre o futuro, tudo gracas ao seu “poder” de “astrologo”! Sim, o sujeito é “astrologo”, inclusive disse que pode fazer “previsoes” sobre qualquer coisa, tais como desastres naturais que possam acontecer no planeta. Incrivel nao? So nao entendi como é que ele ainda nao ficou rico, pois ja que pode prever o futuro por que nao joga na Mega-Sena? Parece que o pequeno Olasninho aprendeu tudo com o seu grande mestre Walter Mercado. Ligue dja!!! As “Olasnetes” podem ficar tranquilas pois o Guru e chefe da Seita Olasniana ja deixou ate um trabalho postumo feito em vida. Quem quiser conhecer Os “Postulados” do Teacher e Guru Olasninho basta ir no link a seguir e conferir alguns pensamentos do Asno Mor: http://medicoanimosico.blogspot.com.br/2012/03/olavo-de-carvalho-o-palhaco-mor-da.html
    O que Olasninho escreve e produz sobre o conhecimento humano e ciencia nao causa surpresa a mim e a ninguem. Esta perfeitamente de acordo com as cretinices que o imbecil costuma zurrilhar enquanto esta pastando. Afinal de contas, faz juz ao seu proprio nome: Olasno de Carvalho.

    Curtir

  4. Pingback: Deputado do PP paulista propõe lei para impedir o apocalipse | Livre Pensamento

  5. Como pode escrever um artigo como este e, ao mesmo tempo, colocar essa frase do Stephen Hawking? Totalmente contraditórios. É o mesmo que você discorrer por linhas e linhas que a terra é quadrada e colocar uma frase de um cientísta que defende que a terra é redonda.

    Curtir

    • Olá, suzi.

      Como você “com certeza”, leu no artigo, eu não o escrevi. Ele foi escrito por Michael Shermer e publicado na Scientific American.

      Agora, me explique: no que exatamente a defesa de que a ciência e a razão precisarem sempre prevalecer sobre o medo e a irracionalidade é similar à defesa de que a Terra é quadrada?

      Desculpe, mas não consigo ver qualquer lógica no que você disse.

      Curtir

  6. Pingback: Teoria da conspiração: confusão mental extrema ou perspicácia inigualável? | Eric villaverde

  7. é só imaginação mesmo, não está acontecendo, rs… as guerras intelectualmente criadas nem serve para fortalecer o poder da ONU e do Tribunal Penal Internacional…. bobagem esse negócio de Nova Ordem Mundial, pena de vcs que não vêem o que tá embaixo do nariz. Nova Ordem Mundial é fato, estrategicamente planejado e seguido passo a passo.

    Curtir

    • Fernanda, não sei bem em que planeta você vive, mas “fortalecer o poder da ONU” é uma grande piada, não?

      A ONU proíbe a invasão do Iraque, os EUA nem tomam conhecimento. Proíbe a invasão da Palestina, Israel nem quer saber. Cadê esse tal “poder da ONU”? Ora, por favor.

      Esse papo de Nova Ordem Mundial então… É tão imbecil que os conspiracionistas sequer conseguem entrar em um acordo de quem é o tal “governo mundial”. É só um monte de baboseira pseudocientífica e esquizofrênica.

      Curtir

      • Esquizofrenia pura esse site! Se uns vivem em uma realidade em que ele afirma ser falsa, ele mesmo sequer vive. Volta para a Terra, meu caro!

        Curtir

        • Caro Diego,

          Sua frase em si não faz sentido. Você fala em “ele”, mas quem é “ele”?

          Perceba que a crença em várias realidades simultâneas é que, esta sim, é a própria definição de esquizofrenia.

          Sugiro que tome seus remédios e tente novamente, desta vez de uma maneira compreensível. O que acha?

          Curtir

  8. Não se esqueçam que OLASNO não criou nada disso, ele pega o besteirol pronto no WordNetDaily e outros sites de doentes mentais que não são levados a sério nem mesmo pelo Partido Republicano, Ou seja, além de boçal, não tem imaginação.

    Curtir

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s