Vereadora do PSC defende assassinar a laicidade nas escolas de Curitiba

Vereadora Carla Pimentel (PSC) vereadora Carla Pimentel (PSC) acaba de propor uma lei na cidade de Curitiba que institui a leitura da Bíblia cristã como conteúdo nas escolas públicas e particulares da cidade.

A proposta foi feita na última quarta-feira (28/05) e, segundo a autora, tem cunho “educacional e não religioso” pois, para a a vereadora do PSC, a Bíblia cristã é um livro científico!  “A minha intenção com a lei é que o livro seja usado para a pesquisa, já que é rico em informações científicas, culturais, arqueológicas. Incentivar essa leitura vai contribuir para a formação de cidadãos de bem e, no futuro, construir uma sociedade mais humana e justa”.

Ora, a “ilustre” Carla Pimentel está dizendo que quem não lê a Bíblia cristã ou professa outras religiões não é um cidadão “de bem”? É menos justo?

No mínimo, preocupante.

Um projeto obscurantista

A Bíblia cristã é um livro sagrado de uma religião. É um conjunto de mitos e valores morais. Como tal, é válido e de grande importância, tanto quanto o Torá, o Corão, os Sutras, o Mahabharata, Vedas e centenas (se não milhares) de outros. Cada um está entre os mais importantes escritos de sua respectiva religião, mas não para as outras. Cada fiel tem todo o direito de acreditar em seu livro como verdade absoluta e de negar totalmente o livro do outro.

Livros mitológicos, como a Bíblia, por princípio não são livros científicos. A Bíblia não tem qualquer informação científica nem sequer tem esse objetivo.

Fazer crer aos estudantes curitibanos que os mitos bíblicos são reais ou tem base histórica e científica significa impor uma visão religiosa e dogmática na educação das crianças.

Todos os exemplos históricos levam a crer que, ao contrário do que quer fazer crer a vereadora do PSC, seu projeto só levará a criação de uma sociedade mais injusta, anti-científica, intolerante e violenta.

Ataque ao Estado Laico

A vereadora Carla Pimentel, do PSC, afirma que o projeto não fere a laicidade do Estado. Será?

Estado Laico, ou leigo, é a ideia de que o Estado não pode ter paixão religiosa, ou seja, as igrejas e o Estado são completamente separados. O Estado brasileiro é laico, embora esse princípio seja diuturnamente atacado pelas bancadas religiosas das casas legislativas e até pelos executivos das três esferas.

A separação entre a igreja e o Estado é fundamental e condicionante para a liberdade de credo e culto. Toda religião que estende seus tentáculos pelos governos passa a demonizar e proibir as outras religiões.

Assim, esse projeto da vereadora do PSC é um ataque tanto à laicidade quanto à ciência, pois pretende impor um conjunto de mitos como verdade.

Além disso, o projeto da vereadora do Carla Pimentel é inconstitucional. Para o professor de direito civil da Universidade Federal do Paraná, Rodrigo Xavier Leonardo, a constituição, em seu artigo 24, prega que é a União que tem a competência de legislar sobre o currículo, não os municípios.

Ficaremos de olho para impedir esse ataque aos estudantes curitibanos.

Em defesa da liberdade religiosa e da laicidade do Estado.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Vereadora do PSC defende assassinar a laicidade nas escolas de Curitiba

  1. É só ela replicar qualquer experimento cientificamente provando um milagre qualquer que eu me torno seguidor e defensor da bíblia.

    Curtir

  2. Pingback: Deputado do PP paulista propõe lei para impedir o apocalipse | Livre Pensamento

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s