Inventando fatos

Definição:

Uma explicação pretende explicar que acontece algum fenômeno. A explicação é falaciosa se o fenômeno não ocorreu ou se não há nenhuma evidência de que possa ocorrer.

Exemplos

  • A razão pela qual a maioria dos solteiros são tímidos é que suas mães foram dominadoras.
    (Pretende-se explicar o porquê de a maioria dos solteiros serem tímidos. No entanto, a maioria dos solteiros não são tímidos)
  • John foi à loja porque queria ver Maria.
    (Isso é uma falácia se, de fato, John foi para a biblioteca)
  • A razão pela qual a maioria das pessoas se opõe à greve é que eles têm medo de perder seus empregos.
    (Pretende-se explicar por que os trabalhadores se opõem à greve. Mas suponha que eles votam a continuação da greve, então, na verdade, eles não se opõem à greve. [Isso soa feio, mas realmente aconteceu.])

Prova

Identifique o fenômeno que está sendo explicado. Mostre que não há razão para acreditar que o fenômeno realmente ocorreu.

Referências

Cedarblom and Paulsen: 158


« AnteriorPróximo »Índice do Guia

Guia de Falácias Lógicas de Stephen Downes

Fonte: Stephen Downes Guide to the Logical Fallacies – Norm Jenson’s Mirror
Tradução, adaptação e notas: Maurício Sauerbronn de Moura

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s