Avicenna (960-1017) ou (corretamente) Ibn Sind

Avicenna O segundo dos dois grandes estudiosos da civilização Árabe-Persa.

Pertencia à metade persa e era filho de um camponês, mas tornou-se, aparentemente, mais sábio do que Averroes ou qualquer outro estudioso medieval; e é malicioso afirmar que, embora Averroes dissesse ter estudado muito em todas as noites, exceto sua noite de núpcias, Avicena foi ruidosamente sensual e um frequentador de tabernas. No entanto, o seu trabalho sobre os medicamentos eram as obras-padrão por eras, e ele também escreveu sobre teologia, filosofia, filologia, matemática, astronomia, geologia, física e música.

Poucos têm qualquer ideia do brilho cultural na época da civilização árabe-persa. Para confundir os fanáticos, Averroes professava uma espécie de panteísmo, mas a tradição atribui-lhe a dizer que “o mundo está dividido em homens que têm inteligência e não tem religião e os homens que têm religião e não tem inteligência”.


« AverroesAzana, Manoel »Índice

Um dicionário biográfico dos livres pensadores antigos, medievais e modernos – Joseph McCabe

Fonte: The Secular Web
Tradução, adaptação e notas: Maurício Sauerbronn de Moura

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s