Falácias de definição

A fim de tornar nossas palavras ou conceitos claro, usamos uma definição. O propósito de uma definição é afirmar exatamente o que a palavra significa. Uma boa definição deve permitir que um leitor perceba as ocorrências da palavra ou conceito, sem ajuda externa.

Por exemplo, suponhamos que queremos definir a palavra “maçã”. Se a definição for bem sucedida, então o leitor deve ser capaz sair para o mundo e selecionar cada maçã que existe e apenas maçãs. Se o leitor falhar algumas maçãs ou incluir outros itens (como peras) ou não puder dizer se algo é uma maçã ou não, então a definição falha.

As seguintes são falácias da definição:


« AnteriorPróximo »Índice do Guia

Guia de Falácias Lógicas de Stephen Downes

Fonte: Stephen Downes Guide to the Logical Fallacies – Norm Jenson’s Mirror
Tradução, adaptação e notas: Maurício Sauerbronn de Moura

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s