Molly Crockett: Cuidado com a neuro-bobagem

Molly Crockett é neurocientista, PhD em Psicologia Experimental pela Universidade de Cambridge. Atualmente faz o pós doutorado no departamento de neuroimagem da University College London.

O centro da pesquisa de Molly é a compreensão da base neural do altruísmo, moralidade e valores do ser humano. Ela investiga como os neurotransmissores agem no cérebro para influenciar o comportamento social e econômico do indivíduo.

Nesta palestra para o TED, Molly analisa a moda de “tunning” cerebral e afirma que esta é uma prática pseudocientífica, já que nenhum desses “melhoramentos químicos” é comprovado.

Veja outros vídeos do TED.

Continuar lendo

A ciência é para todos, inclusive para crianças

Beau Lotto é um neurocientista especializado na percepção humana. É fundador do Lotto Lab, uma espécie de mistura entre um laboratório científico e um estúdio artístico que tem como objetivo pesquisar a percepção.

Lotto defende que todas as pessoas, incluindo as crianças, devem participar da ciência e mudar suas percepções a partir de processos de descoberta.

Neste vídeo para o TED, Lotto tem ao seu lado Amy O’Toole,  uma adolescente de 12 anos que, inspirada pela ciência participativa defendida por Lotto, auxiliou uma experiência científica no Reino Unido e, aos 10 anos de idade, se tornou a pessoa mais jovem a publicar um paper científico.

Continuar lendo

Dan Dennett: A ilusão de consciência

Daniel Clement Dennett, ou Dan Dennet, é um filósofo estadunidense, estudioso da filosofia da mente e da biologia.

Trago mais uma vez a opinião dele, desta vez em uma palestra para o TED (Technology, Entertainment, Design).

Nesta palestra, através de uma série de experimentos, Dennet demonstra que as coisas que cremos ver ou sentir nem sempre são o que realmente acontece. Nossa percepção é falha e por isso não devemos ter muita fé naquilo que só a gente vê. É preciso sempre a opinião de pessoas não ligadas ao evento. Para isso serve a ciência!

Continuar lendo

Michael Specter: O perigo da negação da ciência

Michael Specter é um jornalista estadunidense especializado em ciência e tecnologia e em saúde pública. Atualmente escreve para o The New Yorker e já escreveu para o The Washington Post e The New York Times.

Ele estuda como teses pseudocientíficas ou anticientificas podem ser um risco para o mundo. É crítico ferrenho das lendas urbanas como a de que vacinas causam autismo ou medicina baseada em ervas “milagrosas” e alerta: o pensamento pseudocientífico é desastroso para o futuro da humanidade.

Esta é uma palestra proferida por Specter no TED (Technology, Entertainment, Design).

“Negação é um vírus e vírus são contagiosos.” – Michael Specter

Continuar lendo

Por que é que as testemunhas oculares se enganam?

Scott Fraser é um psicólogo forense, estudioso da da falibilidade da memória humana e defensor de uma visão mais científica das evidências em um julgamento.

Esta é uma palestra de Fraser no TED (Technology, Entertainment, Design) e a publico para iniciar uma discussão sobre a falibilidade da percepção do ser humano e como não podemos confiar em nossos sentidos.

O método científico defende o empirismo, claro, mas compreende suas limitações. É por isso que uma experiência deve sempre ser repetida por outros pesquisadores em ambiente controlado. É por isso também que argumentos do tipo “eu sei porque eu vi” não devem ser levados muito em conta e sempre devem estar acompanhados de eviências físicas.

Pretendo me aprofundar nesse assunto em um futuro próximo.

Assista o vídeo e comente.

Porantim

Continuar lendo

Richard Dawkins sobre o ateísmo militante

DawkinsContinuando a série sobre o Materialismo Militante (leia mais aqui e aqui), publico uma palestra do professor de Oxford, Richard Dawkins. Nesta palestra de fevereiro de 2002, Dawkins, conclama todos os ateus a expressarem publicamente sua posição e para que lutem pela laicidade no Estado e na ciência.

Continuar lendo